domingo, 5 de junho de 2016

Indicados ao Prêmio Montblanc de Cultura falam de seus projetos e da premiação


  



Em sua primeira edição no Brasil, o Prêmio Montblanc de la Culture Arts Patronage será entregue na noite da terça-feira, 7 de junho, no Teatro Renaissance São Paulo. O país passou a fazer parte da lista de 16 nações a receber a premiação, que foi instituída pela Fundação Cultural Montblanc em 1992 e é considerada o Oscar da Cultura. Yoko Ono, Príncipe Charles e Rainha Sofia, Quincy Jones, Jane Rosenthal e Andrew Lloyd Webber estão entre os ganhadores de edições anteriores.

Cada país pode indicar até três projetos com reconhecido alcance cultural e social. O vencedor é escolhido por um júri internacional de especialistas nas mais diversas áreas, representando todos os países participantes. O voto é eletrônico e vence quem tiver mais votos. O ganhador recebe um troféu com a última edição do instrumento de escrita Montblanc Patrono das Artes e um cheque no valor de 15 mil Euros, quantia que deve ser obrigatoriamente revertida em um projeto cultural à sua escolha. Este ano, o prêmio será entregue na Alemanha, Brasil, China, Colômbia, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Hong Kong, Itália, Japão, México, Rússia, Reino Unido e Suíça. Ao longo de 25 anos, cerca de 230 projetos e mais de 4 milhões de euros já foram consagrados e beneficiados com o prêmio Montblanc de la Culture Arts Patronage.

Os projetos indicados pelo Brasil foram Fundação Filarmônica Bachiana, do maestro João Carlos Martins, Cine Mambembe, de Laís Bodanzky & Luís Bolognesi, e Projeto Inhotim, de Bernardo Paz. O Embaixador da Montblanc no Brasil, Rodrigo Santoro, a educadora Patrícia Rousseaux e o diretor do Teatro São Pedro, Paulo Esper, fizeram parte do júri internacional.

Leia a seguir o depoimento dos concorrentes no Brasil:

“Com apenas uma década de abertura ao público, o Inhotim já se tornou um destino cultural consolidado, de visibilidade internacional. Ao longo do ano, recebemos visitantes de todas as partes do mundo, que se sentem tocados pela experiência que vivenciam aqui. Essa mistura de arte e natureza, que intuitivamente criamos, se tornou um paradigma no mundo e é algo transformador em diversos aspectos. Ver esse projeto, que envolve criatividade, educação e inovação ser reconhecido por um prêmio como esse, em sua primeira edição no Brasil, é extremamente motivador e valoriza o trabalho de excelência que toda nossa equipe vem desenvolvendo ao longo do tempo. Entendo que a cultura no Brasil precisa do apoio de todas as esferas da sociedade, de organismos públicos e privados, para que possa atingir a relevância que merece. Assim, todo reconhecimento é importante e contribui para que mais pessoas saibam, prestem atenção e se sintam motivadas a conhecer e experimentar iniciativas como o Instituto Inhotim.” Bernardo Paz, Projeto Inhotim
“A Montblanc é um símbolo mundial da procura pelo perfeccionismo e somente com perfeccionismo é que se pode fazer música. Com a orquestra Bachiana Filarmônica SESI—SP, a Fundação Filarmônica Bachiana luta pela excelência e está sempre em busca do melhor trabalho possível em todas as esferas. No momento em que uma instituição como a nossa e outras instituições, que têm a responsabilidade social e a sustentabilidade como valores principais, são reconhecidas por um símbolo mundial como a Montblanc, isso é motivo de orgulho, da mesma forma que a Fundação Bachiana é motivo de muito orgulho para este velho maestro.” João Carlos Martins, Fundação Filarmônica Bachiana

“O Prêmio Montblanc é uma antiga iniciativa que reconhece o esforço de várias pessoas que estimulam e lutam pela cultura, nas mais diversas localidades do mundo. Observando os premiados anteriores, percebemos que há uma curadoria apurada. É a primeira vez que o Brasil entra como país contemplado neste prêmio. Luiz e eu nem acreditamos que estávamos nesta lista. Ficamos tocados por terem notado a complexidade e importância de um projeto que nasceu tão pequeno e cresceu de forma robusta ao longo dos anos, saindo de nossas mãos e ganhando vida própria. O projeto Cine-Tela Brasil começou como um sonho romântico de levar cinema de graça para quem não tinha acesso às salas de cinema. Ou porque não tinha dinheiro para comprar o ingresso ou porque não tinha sala de cinema na sua cidade. Depois de 11 anos, o sonho romântico, realizado apenas por nós, com um carro pequeno e um projetor 16mm, virou um super- projeto com quatro caminhões viajando o Brasil ininterruptamente, levando um projetor cinemascope com som surround de graça para a população de todas as regiões do Brasil, além de fomentar oficinas de audiovisual para as comunidades e escolas públicas e de um portal na internet dando todo o suporte de informação e ensino a distância. Mais de um milhão de pessoas foram beneficiadas diretamente com estes projetos. E muitos deles entraram no mercado de trabalho do audiovisual. Hoje os projetos continuam, mas sem a nossa participação direta. Ter o trabalho de todos os envolvidos e beneficiados reconhecidos pelo Prêmio Montblanc é um coroamento de tanto esforço que nem sempre é reconhecido e valorizado. É uma forma de nos dar consciência da importância de nossos atos e nos estimular a dar mais passos nesta direção.” Laís Bodanzky, Cine Mambembe

Sobre Montblanc
Guiada pelo espírito pioneiro desde 1906, Montblanc revolucionou a cultura da escrita com inovações surpreendentes. Hoje, a Maison continua a expandir os limites e evoluir a expressão de um bom artesanato em cada uma das suas categorias de produtos: o auge de instrumentos de escrita de luxo, relógios, artigos de couro, acessórios, perfumes e óculos. Em cada inovação, Montblanc oferece novas funcionalidades e design avançado imbuídos do património de sofisticação da Maison e criados para os mais altos padrões por meio das habilidades de seus artesãos em cada uma das suas manufaturas. Refletindo a sua missão atual de inspirar o mundo com refinados companheiros da vida nascidos a partir de ideias pioneiras, o icônico emblema Montblanc tornou-se o selo final de desempenho, inovação, qualidade e expressão de estilo. Com suas origens profundamente enraizadas na cultura da escrita, Montblanc criou um padrão internacional de compromisso cultural, com a criação de iniciativas de amplo alcance para promover as artes ea cultura em muitas formas, ao mesmo tempo em que rende tributo aos modernos patronos que apoiam o avanço das artes nos dias atuais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Über Fashion

O Über Fashion existe desde 2009 e tem como publisher o blogger Fábio Monnerat.

O blog ainda conta com colunistas convidados.

O blog é indicado pelo EnModa e pelo curso de Fashion Business da FGV-RIO, já promoveu a abertura do verão de Búzios e faz palestras sobre moda masculina e comunicação de moda em todo o Brasil.

Alguns dos nossos parceiros: Handred, Cavalera, Profuse, Divertees, Poggio, Von Der Volke, Natura, Vichy, La Roche-Posay, Couthe, SkinCeuticals, Joias
Coacci, Sobre Barba,

Sua marca no Über, escreva para: ubermcom@gmail.com

Follow by Email